quinta-feira, 6 de maio de 2010

Chamados para Amar.

 

Uma das características que diferencia o nosso DEUS dos outros deuses é o AMOR. Você não vê em nenhuma história alguém que teve a expressão mais nobre de AMOR do que a que Deus manifestou enviando Jesus Cristo, seu único filho, para ser nosso Salvador e nos libertar do mal.

O amor é algo que todos necessitam mas muitas pessoas procuram satisfazer esta necessidade da forma errada. Somente Deus é o AMOR verdadeiro e quem tem capacidade de suprir todas as nossas carências, ausências e necessidades.

Mas meu objetivo hoje não é escrever sobre o que é o AMOR mas sim caminharmos um pouco mais e entendermos que o Senhor nos chamou para também manifestarmos este AMOR na vida de todos aqueles que Ele nos confiou: família, amigos, ovelhas, vizinhos…

Como filhos do DEUS DE AMOR essa deve ser uma característica natural, hereditária em nós: o AMOR.

E o amor de Deus está na contra-mão do amor humano que é tão limitado e imperfeito.

O Senhor nos chamou para amar os excluídos, os marginalizados, os nossos inimigos e os nossos perseguidores… um grupo, humanamente falando, não muito agradável e fácil de manifestar amor, não é mesmo?

No nosso dia a dia fazemos orações por várias situações: pedimos a proteção de Deus, Sua benção para nossas vidas, família, finanças e até por outras pessoas. Mas há uma oração que precisamos fazer todos os dias: Ensina-me a amar com o Teu AMOR, Senhor!

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.  Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;  Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;”  (I Coríntios 13:4-8)

Quantas mensagens já ouvimos com este texto… e quantas delas conseguimos colocar em prática?

O amor do Senhor descrito em I Coríntios 13 é que vai nos permitir suportar as lutas e provações que enfrentamos, a passar pelo sofrimento confiando que Deus nos ama e tem um propósito em nossa vida, a crer no impossível na vida daquele filho que ainda está preso pelas drogas, ou pelo marido que saiu de casa, a filha que está prostituindo…a esperar pela intervenção do Senhor.

Temos que sair da posição de “pedintes” para doadores. O princípio do Reino de Deus é: “Melhor coisa é dar do que receber”… Porque Deus amou o mundo de tal maneira que DEU… Quando paramos de fazer orações baseadas em nós mesmos e em nossas próprias necessidades e nos doarmos como instrumentos de manifestação de amor e graça, vamos sentir uma diferença considerável na nossa vida com Deus.

Pense nisso e peça ao Espírito Santo para abrir seus olhos e entendimento. Coloque-se nas mãos do Deus de AMOR e deixe Ele amar através de você.

No AMOR do Senhor,

1 comentários:

www.gloriosojesusblogger disse...

Olá querida, estou sentindo sua falta...de suas lindas mensagens, espero que retorne logo...sempre passo por aqui...Deus te Abençoe.
Beijos, Isabel.

Postar um comentário